Notícias e Novidades

17 de Julho de 2016

Hidrate-se no inverno

O inverno chegou, e a sensação de sede praticamente desaparece, fazendo com que o consumo de água se torne mais escasso. Essa situação pode colocar a saúde em risco, já que ela é essencial para manter o organismo funcionando plenamente.

De acordo com Adriana Leite, coordenadora técnica do Conselho Regional de Nutricionistas – 9ª região (MG), “mais de 60% do corpo humano é formado por água. Trata-se de um elemento indispensável para o bem-estar”. Para se ter ideia, o líquido auxilia na regulação da temperatura corporal, ajuda na eliminação de toxinas por meio da urina e da transpiração, ajuda a moldar o bolo fecal, é utilizado no processo de respiração e carrega muitos nutrientes a todas as partes do corpo.

Sendo assim, independente da estação do ano, a recomendação é a mesma: um adulto saudável precisa beber aproximadamente dois litros de água por dia – ela pode ser obtida em sua forma pura e também com a ajuda de alimentos que a apresentam em sua composição, como frutas verduras, legumes, sucos, sopas, chás, etc. “Esse valor pode variar de acordo com alguns fatores, como realização de atividades físicas, temperatura do ambiente e presença de doenças”, ressalta a profissional mineira. 

Atletas: cuidados redobrados: Durante os exercícios físicos, a transpiração (que nada mais é do que a evaporação da água) serve para que os níveis de temperatura do corpo se mantenham seguros. Como ela parece ser menos intensa no inverno, muita gente acha que a hidratação não é tão importante nessa época, o que é um grande erro. “Beber água é fundamental durante a malhação. Em alguns casos, quem faz exercícios deve hidratar-se até seis vezes mais do que uma pessoa sedentária”, avisa Marcelo Enrique Borges, professor da Vibe Academia, unidade Pompéia, em São Paulo (SP). 

Além de manter o corpo hidratado internamente, é importante prestar atenção na pele, um dos órgãos que mais sofre quando as temperaturas caem. Isso porque fica mais ressecada, deixando as pessoas suscetíveis a dermatites. “Entre idosos e atletas que se exercitam ao ar livre a cautela deve ser maior”, frisa Adriana. Abuse do hidratante: Para escapar do ressecamento, caracterizado principalmente por descamação e coceira, é fundamental apostar em bons hidratantes. “Nessa época é melhor usar cremes com substâncias mais oleosas, já que essas ajudam a reter a água na pele. Já nas áreas com tendência ao desenvolvimento de espinhas, como rosto e costas, o ideal é passar produtos com ativos que ‘puxem’ a água das camadas profundas para as mais superficiais”, indica a dermatologista Andréia Mateus, responsável pelo departamento de cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Outra dica de ouro para driblar o ressecamento é evitar tomar banhos muito quentes – uma tentação de inverno. 

Fonte: Saúde.ig

Quatro alimentos que parecem light, mas não são

Alguns quitutes são feitos com frutas e vegetais, mas escondem na receita ingredientes como açúcar e gordura, além de calorias extras.

Alimentos saudáveis para crianças de 1 a 3 anos

A alimentação é uma das chaves para a saúde dos pequenos. Oferecer os melhores alimentos os ajudará a crescer e se desenvolver de maneira saudável. Descubra algumas recomendações.

Tricotar: considerado um dos hábitos mais relaxantes

Se você quiser se desconectar dos problemas e esquecer as preocupações por um tempo, tricote, e verá que é um dos hábitos mais relaxantes.

assine nosso
informativo

Agência Interagir